É DA TRANSPARÊNCIA QUE TIRAMOS NOSSA ENERGIA

É DA TRANSPARÊNCIA QUE TIRAMOS NOSSA ENERGIA

Sobre a Juruena

A Juruena Participações e Investimentos S.A é um holding investidora em ativos de geração de energia elétrica, detentora de cinco subsidiárias integrais: Campos de Júlio Energia S.A, Parecis Energia S.A, Rondon Energia S.A, Telegráfica Energia S.A e Sapezal Energia S.A., proprietárias, respectivamente, das seguintes pequenas centrais hidrelétricas: Cidezal, Parecis, Rondon, Telegráfica e Sapezal. Todas as Pequenas Centrais Hidrelétricas estão localizadas no Rio Juruena, afluente da margem esquerda do Rio Tapajós, que banha o Estado do Mato Grosso.

O rio é muito mais do que nossa fonte de energia. Incansável, constante, imponente e, principalmente, transparente.

E é assim que queremos ser: uma Juruena transparente, que preza pela ética e pelas boas práticas. Afinal, é da transparência que tiramos a nossa energia.

Nossa Visão

"Ser reconhecida como uma companhia que desenvolve ativos de geração de energia renovável de excelência com a máxima eficiência."

Valores das Empresas Juruena

  • COLABORAÇÃO

    Nossa gestão é participativa e baseadas em diálogos. Valorizamos a cooperação, o mérito, a liberdade de expressão, e a boa integração entre pessoas, áreas e os nossos públicos de relacionamento. Nos apoiamos mutuamente nos desafios do dia-a-dia e buscamos soluções baseadas em decisões tomadas da forma mais participativa possível.

  • SEGURANÇA E SUSTENTABILIDADE

    Somos comprometidos com a saúde e a segurança em todas as etapas das nossas atividades. Consideramos o coletivo, a diversidade, a equidade, o respeito humano, o trabalho justo, o meio ambiente e a qualidade de vida.

  • EXCELÊNCIA

    Formamos um time de trabalho produtivo e estamos sempre atentos às oportunidades que nos tragam ampla excelência e rentabilidade.

  • INTEGRIDADE E TRANSPARÊNCIA

    Nos baseamos em relações honestas, na credibilidade, na transparência das informações, e no respeito aos interesses e direitos de todos. Atuamos com integridade e em observância à legislação, os aspectos regulatórios e às melhores práticas de governança corporativa.

  • RESPEITO E REALIZAÇÃO

    Promovemos relações respeitosas, profissionais e descontraídas. Temos oportunidades de desenvolvimento, somos motivados, e promovemos um bom ambiente de trabalho.

Programa Juruena Energia Compliance

O rio sempre foi a marca da Juruena. E após muitos estudos, resolvemos manter esse elemento como centro da marca do programa, que simboliza não só a nossa fonte de energia, mas também toda a transparência da empresa. E em sua parte externa, podemos ver três setas cercando e protegendo a marca, que representam os valores, crenças e códigos de conduta que dirigem a companhia.

Os valores de uma empresa devem ser a base de nossas condutas e comportamentos diários. Os compromissos de conduta deste código foram construídos com base em nossos valores, além de boas práticas de nossa indústria, e preceitos legais. Assim, toda vez que estivermos com problemas éticos ou com frente a decisões difíceis, devemos nos conduzir em conformidade com nossos valores e os compromissos de conduta detalhados neste documento.

O que são PCHs

As Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) são usinas hidrelétricas de tamanho e potência reduzidos, conforme classificação feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Atualmente, esses empreendimentos têm entre 3 e 30 megawatts (MW) de potência e área de reservatório de até 13 km². Apesar do nome, que carrega o pouco atrativo vocábulo “pequenas”, as PCHs são hoje responsáveis por cerca de 3,3% de toda a capacidade instalada do sistema interligado nacional.

O que são PCHs

As Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) são usinas hidrelétricas de tamanho e potência reduzidos, conforme classificação feita pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Atualmente, esses empreendimentos têm entre 3 e 30 megawatts (MW) de potência e área de reservatório de até 13 km². Apesar do nome, que carrega o pouco atrativo vocábulo “pequenas”, as PCHs são hoje responsáveis por cerca de 3,3% de toda a capacidade instalada do sistema interligado nacional.